terça-feira, 19 de maio de 2009

"Quantos beijos"

Quantos beijos

Não andava com dinheiro todo dia
Para sempre dar o que você queria
Mas quando eu satisfazia os teus desejos
Quantas juras... quantos beijos...
Quantos beijos
Quando eu saía
Meu deus, quanta hipocrisia!
Meu amor fiel você traía
Só eu é quem não sabia
Ai ai meu deus mas quantos beijos...
Não esqueço aquelas frases sem sentido
Que você dizia sempre ao meu ouvido
Você porém mentia em todos os ensejos
Quantos juras... quantos beijos...


Quantos beijos (Vadico & Noel Rosa) - Ione papas(2000)
clique aqui!

Quantos beijos (Vadico & Noel Rosa) - Noel Rosa & Marilia Batista(1936)

Quantos beijos (Vadico & Noel Rosa) - Grupo Rumo ao vivo(2004)

video


A CANÇÃO CONTADA

Nesta letra Noel ridiculariza o seu ciúme por Ceci, sua grande paixão e a quem dedicou vários sambas. Na partitura impressa consta a dedicatória ao "amigo e ilustre dentista Bruno Moraes". Segundo Almirante, a gravação original, feita em 1936, por Noel e Marília Batista, com um andamento rápido prejudicou a melodia, empanando a sua beleza. Mesmo em sambas de animação carnavalesca, o Poeta da Vila exibe seu lado crítico e por vezes amargo.

Nenhum comentário: