sábado, 31 de janeiro de 2009

"Marchinha do grande galo"

Marcha do grande galo

O galo de noite cantou
Toda gente quis ver
O que aconteceu
Nervoso, o galinho respondeu:
có, có, có, có, có, có, có, ró
A galinha morreu!
có, có, có, có, có, có, ró
có, có, có, có, có, có, ró
O galo tem saudade
Da galinha carijó!
A minha vizinha também
Certa noite gritou
Toda gente acordou
Nervoso, o marido respondeu:
có, có, có, có, có, có, ró
Hoje o galo sou eu!


Marchinha do grande galo (Lamartine Babo & Paulo Barbosa) - Almirante(1935)
clique aqui!

Marchinha do grande galo (Lamartine Babo & Paulo Barbosa) - Cadu(1993)
clique aqui!

"Tem gato na tuba"

Tem gato na tuba

Todo domingo havia banda
No coreto do jardim
Vista de longe a gente ouvia
A tuba do Serafim...
Porém um dia entrou um gato
Na tuba do Serafim
E o resultado
Dessa "melódia"
Foi que a tuba tocou assim:
Pum...pum...pum... (miáu)
Pum pu ru rum pum pum... (miáu)
Pum...pum...pum... (miáu)
Pum pu ru rum pum pum...


Tem gato na tuba (Braguinha & Alberto Ribeiro) - Nara Leao(1982)
clique aqui!

Tem gato na tuba (Braguinha & Alberto Ribeiro) - Nuno Roland(1948)
clique aqui!

Tem gato na tuba (Braguinha & Alberto Ribeiro) - Desconhecidos na Praça

video

"Hino do carnaval brasileiro"

Hino do carnaval brasileiro

Salve a morena
A cor morena do Brasil fagueiro
Salve o pandeiro
Que desce do morro prá fazer a marcação
São, são, são
São quinhentas mil morenas
Loiras, cor de laranja, cem mil
Salve, salve
Teu carnaval, Brasil
Salve a loirinha
Dos olhos verdes cor das nossas matas
Salve a mulata
Cor de canela, nossa grande produção
São, são, são
São quinhentas mil morenas
Loiras cor de laranja, cem mil
Salve, salve
Teu carnaval, Brasil


Hino do carnaval brasileiro (Lamartine Babo) - Almirante(1938)
clique aqui!

Hino do carnaval brasileiro (Lamartine Babo) - Waldemiro Lenke(1967)
clique aqui!

Hino do carnaval brasileiro (Lamartine Babo) - Desconhecidos

video

quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

"Linda morena"

Linda morena

Linda morena, morena
Morena que me faz penar
A lua cheia que tanto brilha
Não brilha tanto quanto o teu olhar
Tu és morena uma ótima pequena
Não há branco que não perca até o juízo
Onde tu passas
Sai às vezes bofetão
Toda gente faz questão
Do teu sorriso
Teu coração é uma espécie de pensão
De pensão familiar à beira-mar
Oh! Moreninha, não alugues tudo não
Deixe ao menos o porão pra eu morar
Por tua causa já se faz revolução
Vai haver transformação na cor da lua
Antigamente a mulata era a rainha
Desta vez, ó moreninha, a taça é tua


Linda morena (Lamartine Babo) - Freneticas(1980)
clique aqui!

Linda morena (Lamartine Babo) - Mario Reis(1932)
clique aqui!

"Vai com jeito"

Vai com jeito

Vai com jeito vai
Se não um dia a casa cai (menina)

Se alguém te convidar
Pra tomar banho em Paquetá
Pra piquenique na Barra da Tijuca
Ou pra fazer um programa no Joá
Menina...


Vai com jeito (Braguinha) - Emilinha Borba(1957)
clique aqui!

Vai com jeito (Braguinha) - Severino Filho e sua Orquestra de Dancas(1958)
clique aqui!

"Fita amarela"

Fita amarela

Quando eu morrer,
Não quero choro nem vela,
Quero uma fita amarela
Gravada com o nome dela.
Se existe alma
Se há outra encarnação
Eu queria que a mulata
Sapateasse no meu caixão
Não quero flores
Nem coroa com espinho
Só quero choro de flauta
Violão e cavaquinho
Estou contente,
Consolado por saber
Que as morenas tão formosas
A terra um dia vai comer.
Não tenho herdeiros
Não possuo um só vintém
Eu vivi devendo a todos
Mas não paguei a ninguém
Meus inimigos
Que hoje falam mal de mim,
Vão dizer que nunca viram
Uma pessoa tão boa assim.


Fita amarela (Noel Rosa) - Francisco Alves & Mario Reis(1932)
clique aqui!

Fita amarela (Noel Rosa) - Zeca Pagodinho(2007)
clique aqui!

Fita amarela (Noel Rosa) - Orquestra Imperial ao vivo

video

quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

"Nuvem passageira"

Nuvem passageira

Eu sou nuvem passageira
que com o vento se vai,
eu sou como um cristal bonito
que se quebra quando cai
Não adianta escrever meu nome numa pedra
pois esta pedra em pó vai se transformar
Você não vê que a vida corre contra o tempo
sou um castelo de areia na beira do mar
A lua cheia convida para um longo beijo
mas o relógio te cobra o dia de amanhã
Estou sozinho, perdido e louco no meu leito
e a namorada analisada por sobre o divã
Por isso agora o que eu quero é dançar na chuva
Não quero nem saber de me fazer, ou me matar
Eu vou deixar em dia a vida e a minha energia
sou um castelo de areia na beira do mar...


Nuvem passageira (Hermes Aquino) - Hermes Aquino(1977)
clique aqui!

Nuvem passageira (Hermes Aquino) - Trio Quintina ao vivo(2001)
clique aqui!

Nuvem passageira (Hermes Aquino) - Tunai ao vivo

video

"Mais uma boca"

Mais uma boca

Quem de vocês se chama João?
Eu vim avisar, a mulher dele deu a luz
sozinha no barracão.
E bem antes que a dona adormecesse
o cansaço do seu menino
pediu que avisasse a um João
que bebe nesse bar,
me disse que aqui toda noite
é que ele se embriaga.
Quem de vocês se chama esse pai
que faz que não me escuta?
É o pai de mais uma boca,
o pai de mais uma boca.
Vai correndo ver como ela está feia,
vai ver como está cansada
e teve o seu filho sozinha sem chorar, porque
a dor maior o futuro é quem vai dar.
A dor maior o futuro é quem vai dar.
E pode tratar de ir subindo o morro
que se ela não teve socorro
quem sabe a sua presença
devolve a dona uma ponta de esperança.
Reze a Deus pelo bem dessa criança
pra que ela não acabe como os outros
pra que ela não acabe como todos
pra que ela não acabe como os meus


Mais uma boca (Fatima Guedes) - Fatima Guedes(1980)
clique aqui!

Mais uma boca (Fatima Guedes) - Leila Pinheiro(1998)
clique aqui!

"Lamento noturno"

Lamento noturno (Newton Teixeira & C. Brito) - Cauby Peixoto(1956)
clique aqui!

Lamento noturno (Newton Teixeira & C. Brito) - Livio Salles e seu Piano(1957)
clique aqui!

terça-feira, 27 de janeiro de 2009

"Joao e Maria"

João e Maria

Agora eu era o herói
E o meu cavalo só falava inglês
A noiva do cowboy
Era você
Além das outras três
Eu enfrentava os batalhões
Os alemães e seus canhões
Guardava o meu bodoque
E ensaiava um rock
Para as matinês
Agora eu era o rei
Era o bedel e era também juiz
E pela minha lei
A gente era obrigada a ser feliz
E você era a princesa
Que eu fiz coroar
E era tão linda de se admirar
Que andava nua pelo meu país
Não, não fuja não
Finja que agora eu era o seu brinquedo
Eu era o seu pião
O seu bicho preferido
Vem, me dê a mão
A gente agora já não tinha medo
No tempo da maldade
Acho que a gente nem tinha nascido
Agora era fatal
Que o faz-de-conta terminasse assim
Pra lá deste quintal
Era uma noite que não tem mais fim
Pois você sumiu no mundo
Sem me avisar
E agora eu era um louco a perguntar
O que é que a vida vai fazer de mim


Joao e Maria (Sivuca & Chico Buarque) - Branca Lima & Chico Buarque(1999)
clique aqui!

Joao e Maria (Sivuca & Chico Buarque) - Jane Duboc(1996)
clique aqui!

Joao e Maria (Sivuca & Chico Buarque) - Lauro Corona & Gloria Pires

video

"Incerteza"

Incerteza

Na incerteza
em que eu vivo os meus dias
ainda espero
o mais claro amanhã
Eu vivo uma noite sem lua
que nunca se acaba
de tanta tristeza
que eu levo sozinho
sem ninguém pra me sorrir
Ando a procura de alguém
Sei que eu não vou encontrar
pois esse alguém já perdi
sem forças para lutar


Incerteza (Tom Jobim & Newton Mendonca) - Cris Delanno(2002)
clique aqui!

Incerteza (Tom Jobim & Newton Mendonca) - Mauricy Moura(1953)
clique aqui!

Incerteza (Tom Jobim & Newton Mendonca) - Fatima Guedes ao vivo

video

"Historia do Brasil"

História do Brasil

Quem foi que inventou o Brasil?
Foi seu Cabral!
Foi seu Cabral!
No dia vinte e um de abril
Dois meses depois do carnaval
Depois
Ceci amou Peri
Peri beijou Ceci
Ao som...
Ao som do Guarani!
Do Guarani ao guaraná
Surgiu a feijoada
E mais tarde o Paraty
Depois
Ceci virou Iaiá
Peri virou Ioiô
De lá...
Pra cá tudo mudou!
Passou-se o tempo da vovó
Quem manda é a Severa
E o cavalo Mossoró


Historia do Brasil (Lamartine Babo) - Almirante(1933)
clique aqui!

Historia do Brasil (Lamartine Babo) - Sidney Miller(1968)
clique aqui!

"Genio mau"

Genio mau (Wilson Batista & Rubens Soares) - Aracy de Almeida(1941)
clique aqui!

Genio mau (Wilson Batista & Rubens Soares) - Cristina Buarque(2000)
clique aqui!

sábado, 24 de janeiro de 2009

"Falso rebolado"

Falso rebolado

O seu requebrado é falsificado
Ritmo que é bom você também não tem
Dá paralisia toda vez que vai ao samba
Fica de perna bamba e não convence ninguém
Já presenciei você fazer um teste
Nesse mesmo teste você não aprovou
Foi uma desilusão
Fez a cara do "papai" cair no chão
É um pecado mortal
Você dizer que saiu de porta-bandeira
Em quatro escolas de samba
Favela, Portela, Império, Mangueira
Os moradores do morro
O seu caso têm comentado
Até já lhe puseram o apelido de
Sebastiana do falso rebolado


Falso rebolado (Venancio & Jorge Costa) - Germano Mathias(1957)
clique aqui!

Falso rebolado (Venancio & Jorge Costa) - Pedro Paulo Malta & Alfredo Del Penho(2004)
clique aqui!

"E do que ha"

E do que ha (Luiz Americano) - Joel Nascimento(1987)
clique aqui!

E do que ha (Luiz Americano) - Luiz Americano(1958)
clique aqui!

E do que ha (Luiz Americano) - Choro no Forte

video

"De boteco em boteco"

De boteco em boteco

Vou de boteco em boteco
bebendo a valer
na ansia de esconder
as dores do meu coração
conselhos não adiantam
estou no final
perdi a moral
meu caso não tem solução

Eu bebo demais pro meu tamanho
arranjo brigas e sempre apanho
isso me faz infeliz
entro no boteco
pra afogar a alma
as garrafas então batem palmas
me embriagando
elas pedem bis


De boteco em boteco (Nelson Sargento) - Nelson Sargento(1986)
clique aqui!

De boteco em boteco (Nelson Sargento) - Thais Gulin(2007)
clique aqui!

sábado, 17 de janeiro de 2009

"Cabare no morro"

Cabare no morro (Herivelto Martins) - Carmen Miranda(1937)
clique aqui!

Cabare no morro (Herivelto Martins) - Marcos Sacramento(2006)
clique aqui!

"Baila comigo"

Baila comigo

Se Deus quiser, um dia eu quero ser índio
Viver pelado, pintado de verde num eterno domingo
Ser um bicho preguiça e espantar turista
E tomar banho de sol, banho de sol, banho de sol, sol
Se Deus quiser um dia acabo voando
Tão banal, assim como um pardal, meio de contrabando
Desviar de estilingue, deixar que me xinguem
E tomar banho de sol, banho de sol, banho de sol, banho de sol
Baila comigo, como se baila na tribo
Baila comigo, lá no meu esconderijo
Se Deus quiser um dia eu viro semente
E quando a chuva molhar o jardim, ah, eu fico contente
E na primavera vou brotar na terra
E tomar banho de sol, banho de sol, banho de sol, sol
Se Deus quiser um dia eu morro bem velha
Na hora "H" quando a bomba estourar quero ver da janela
E entrar no pacote de camarote


Baila comigo (Rita Lee & Roberto Carvalho) - Elis Regina ao vivo(1982)
clique aqui!

Baila comigo (Rita Lee & Roberto Carvalho) - Sidney Magal(2000)
clique aqui!

Baila comigo (Rita Lee & Roberto Carvalho) - Maria Bethania & Rita Lee ao vivo

video

"Agradeco a Deus"

Agradeço a Deus

A você eu jurei não amar mais ninguém
Por que o meu coração já cansou de sofrer.
É triste, é cruel a dor de uma paixão,
Cansei de ser escravo da desilusão.
Já não tenho prantos prá derramar,
Da vida ruim que levei não quero lembrar.

Hoje estou feliz, me reencontrei,
Vivo com alegria pois da nostalgia já me separei.

Sinto que cheguei a realidade
Quando expulsei a saudade
Que no meu peito eu retinha em vão.
E depois, como prova de coragem
Eu impus a minha vontade
Pondo desprezo no meu coração.
E agora que estou vivendo sozinho,
Sem ter amor e carinho,
Longe de qualquer paixão,
Agradeço a Deus, já posso sorrir
Comigo não há mais tristeza,
Só tenho alegria no meu coração.


Agradeco a Deus (Ivone Lara & Mano Decio da Viola) - Cristina Buarque(1974)
clique aqui!

Agradeco a Deus (Ivone Lara & Mano Decio da Viola) - Ivone Lara(1974)
clique aqui!

segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

"Um certo alguem"

Um certo alguém

Quis evitar teus olhos
Mas não pude reagir
Fico à vontade então
Acho que é bobagem
A mania de fingir
Negando a intenção
Quando um certo alguém
Cruzou o teu caminho
E te mudou a direção
Chego a ficar sem jeito
Mas não deixo de seguir
A tua aparição
Quando um certo alguém
Desperta o sentimento
É melhor não resistir
E se entregar
Me dê a mão
Vem ser a minha estrela
Complicação
Tão fácil de entender
Vamos dançar,
Luzir a madrugada
Inspiração
Pra tudo que eu viver
Quando um certo alguém
Cruzou o teu caminho
É melhor não resistir
E se entregar
Me dê a mão
Vem ser a minha estrela
Complicação
Tão fácil de entender
Vamos dançar,
Luzir a madrugada
Inspiração
Pra tudo que eu viver
Que eu viver
Quando um certo alguém
Desperta o sentimento
É melhor não resistir
E se entregar


Um certo alguem (Lulu Santos & Ronaldo Bastos) - Fenix(2003)
clique aqui!

Um certo alguem (Lulu Santos & Ronaldo Bastos) - Lulu Santos(1983)
clique aqui!

Um certo alguem (Lulu Santos & Ronaldo Bastos) - Lulu Santos ao vivo

video

"Tao so"

Tão só

Tão só...
tão só...
tão só...
Sem ninguém
Bem sei que na vida
De mim ninguém tem dó
Tão só...
tão só...
tão só...
Sem alguém
Pra eu querer bem
E não ficar tão só
Todos têm sorte
E assim o destino
Ajuda em tudo e até no amor
Mas vejo com pena que a mim ele nega
O mais pequeno favor
Tão só...
tão só...
tão só...
Sem alguém
Pra eu querer bem
E não ficar tão só
Tão só...
tão só...
tão só...
Sem ninguém
Bem sei que na vida
De mim ninguém tem dó
Tão só...
tão só...
tão só...
Sem alguém
Pra eu querer bem
E não ficar tão só


Tao so (Dorival Caymmi & Carlos Guinle) - Jacques Klein(1953)
clique aqui!

Tao so (Dorival Caymmi & Carlos Guinle) - Dorival Caymmi(1953)
clique aqui!

domingo, 11 de janeiro de 2009

"Saidas e bandeiras nº 1"

Saídas e bandeiras n. 1

O que vocês diriam dessa coisa que não dá mais pé?
O que vocês fariam pra sair dessa maré?
O que era sonho vira terra
Quem vai ser o primeiro a me responder?
Sair dessa cidade, ter a vida onde ela é
Subir novas montanhas, diamantes procurar
No fim da estrada e da poeira
Um rio com seus frutos me alimentar
O que vocês diriam dessa coisa que não dá mais pé?
O que vocês fariam pra sair dessa maré?
O que era terra vira pedra
Quem vai ser o segundo a me responder?
Beber minha cerveja numa ilha com minha mulher
Tirar todas as roupas e esperar o sol nascer
Respirar as formas da pureza
Aos ventos e às águas quero me entregar
O que vocês diriam dessa coisa que não dá mais pé?
O que vocês fariam pra sair dessa maré?
O que era pedra vira corpo
Quem vai ser o terceiro a me responder?
Andar por avenidas enfrentando o que não dá mais pé?
Juntar todas as forças pra vencer essa maré
O que era pedra vira homem
E um homem é mais sólido que a maré


Saidas e bandeiras nº 1 (Milton Nascimento & Fernando Brant) - Equale(2004)
clique aqui!

Saidas e bandeiras nº 1 (Milton Nascimento & Fernando Brant) - Milton Nascimento & Beto Guedes(1972)
clique aqui!

"Recado ao poeta"

Recado ao poeta

Vai, por que a tua missão é de paz
Ser poeta é difícil demais
Pra que querer quer um coração norma
Um dia vá te compreender
Olha só como a lua parece chamar
E essa rua, esse amigo, esse bar
E eu peço à Deus que nada mude mais
Não faz dos teus os teus rivais
E se couber explicação real
É que o poeta é o coração geral
Por isso fique aqui
Onde teu samba está
Que toda a cidade quer cantar


Recado ao poeta (Eduardo Gudin & Paulo Cesar Pinheiro) - Joao Nogueira(1978)
clique aqui!

Recado ao poeta (Eduardo Gudin & Paulo Cesar Pinheiro) - Marcia & Paulo Cesar Pinheiro ao vivo(1996)
clique aqui!

"Quando o amor acontece"

Quando o amor acontece

Coração sem perdão, diga fale por mim
Quem roubou toda a minha alegria
O amor me pegou, me pegou pra valer
É que a dor do querer, muda o tempo e a maré
Vendaval sob o mar azul
Tantas vezes chorei, quase desesperei
E jurei nunca mais seus carinhos
Ninguém tira do amor, ninguém tira, pois é
Nem doutor nem pajé, o que queima e seduz, enlouquece
O veneno da mulher
O amor quando acontece a gente esquece logo que sofreu um dia, ilusão
O meu coração marcado tinha um nome tatuado que ainda doía, pulsava só na solidão
O amor quando acontece a gente esquece logo que sofreu um dia, esquece sim
Quem mandou chegar tão perto se era certo um outro engano, coração cigano
Agora eu choro assim
O amor quando acontece a gente esquece logo que sofreu um dia, esquece sim
Quem mandou chegar tão perto se era certo um outro engano coração cigano


Quando o amor acontece (Joao Bosco & Abel Silva) - Joanna & Joao Bosco(2004)
clique aqui!

Quando o amor acontece (Joao Bosco & Abel Silva) - Nana Caymmi(1988)
clique aqui!

Quando o amor acontece (Joao Bosco & Abel Silva) - Joao Bosco ao vivo

video

sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

"Papelao"

Papelão

Veja que papel você está fazendo,
Pouco-a-pouco nossa amizade vai morrendo.
Deixando-me assim numa situação igual a essa.
Para mim, inspiração, para você, um mês de festa.
Sei sofrer calado, com bastante resignação.
Depois de tudo, vamos ver quem tem razão.
Veja que papel você está fazendo,
Pouco-a-pouco nossa amizade vai morrendo.
Deixando-me assim numa situação igual a essa.
Para mim, inspiração, para você, um mês de festa.
Sei sofrer calado, com bastante resignação.
Depois de tudo, vamos ver quem tem razão.
Os dias foram passando, nosso amor se acabando,
E eu vivendo em completo abandono.
Foste infiel, demais cruel,
meu coração agora está sem dono.


Papelao (Geraldo das Neves) - Luiz Melodia(2007)
clique aqui!

Papelao (Geraldo das Neves) - Paulinho da Viola(1972)
clique aqui!

"O caderninho"

O caderninho

Eu queria ser
O seu caderninho,
Pra poder ficar
Juntinho de você
inclusive na escola
Eu queria com você entrar
E na volta, juntinho ao seu corpo
Eu iria ficar
E em casa então
Você me abriria
Para me estudar e se assustaria
Ao ver revelado em seu caderninho
Me rosto te olhando
E dizendo baixinho
Benzinho não posso viver,
Longe de você.


O caderninho (Olmir Stocker) - Bossa 4(1968)
clique aqui!

O caderninho (Olmir Stocker) - Erasmo Carlos(1967)
clique aqui!

O caderninho (Olmir Stocker) - Paquitas Nova Geracao ao vivo(1995)

video

"Na ilha de Lia, no barco de Rosa"

Na ilha de Lia, no barco de Rosa

Quando adormecia na ilha de Lia
Meu Deus, eu só vivia a sonhar
Que passava ao largo no barco de Rosa
E queria aquela ilha abordar
Pra dormir com Lia que via que eu ia sonhar
Dentro do barco de Rosa
Rosa que se ria e dizia nem coisa com coisa
Era uma armadilha de Lia com Rosa
Com Lia, eu não podia escapar
Girava num barco, num lago, no centro da ilha
Num moinho do mar
Era estar com Rosa nos braços de Lia
Era Lia com balanço de Rosa
Era tão real, era devaneio, era meio a meio
Meio Rosa, meio Lia
Meio Rosa, meio dia
Meia lua, meio Lia, meio...
Era uma partilha de Rosa
Com Lia, com Rosa, eu não podia esperar
Na feira do porto, meu corpo, minh'alma
Meus sonhos vinham negociar
Era poesia nos pratos de Rosa
Era prosa, na balança de Lia
Era tão real, era devaneio, era meio a meio
Meio Lia, meio Rosa, meio...
Na ilha de Lia, de Lia, de Lia
No barco de Rosa, de Rosa, de Rosa


Na ilha de Lia, no barco de Rosa (Edu Lobo & Chico Buarque) - Marianna Leporace & Edu Lobo & Sheila Zagury(2000)
clique aqui!

Na ilha de Lia, no barco de Rosa (Edu Lobo & Chico Buarque) - Renato Braz(1998)
clique aqui!

Na ilha de Lia, no barco de Rosa (Edu Lobo & Chico Buarque) - Marisa Porto



video

quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

"Mais um samba popular"

Mais um samba popular

Fiz um poema pra te dar
Cheio de rimas que acabei de musicar
Se por capricho
Não quiseres aceitar
Tenho que jogar no lixo
Mais um samba popular
Se acaso não gostares
Eu me mato de paixão
Apesar de teus pesares
Meu samba merece aprovação
Eu bem sei que tu condenas
O estilo popular
Sendo as notas sete apenas
Mais eu não posso inventar


Mais um samba popular (Vadico & Noel Rosa) - Ana Cristina & Conjunto de Luiz Bittencourt(1954)
clique aqui!

Mais um samba popular (Vadico & Noel Rosa) - Aracy de Almeida(1951)
clique aqui!

"Lamento no morro"

Lamento no morro

Não posso esquecer o teu olhar
longe dos olhos meus
Ah! o meu viver é te esperar
pra te dizer adeus
Mulher amada, destino meu
é madrugada
sereno dos meus olhos já correu


Lamento no morro (Tom Jobim & Vinicius) - Maria Bethania(2005)
clique aqui!

Lamento no morro (Tom Jobim & Vinicius) - Milton Nascimento & Os Cariocas(1999)
clique aqui!

Lamento no morro (Tom Jobim & Vinicius) - Caetano Veloso & Paulinho da Viola & Gilberto Gil & Gal Costa & Chico Buarque & Milton Nascimento ao vivo

video

"Jesus Cristo"

Jesus Cristo

Jesus Cristo, Jesus Cristo, Jesus Cristo, eu estou aqui
Jesus Cristo, Jesus Cristo, Jesus Cristo, eu estou aqui
Jesus Cristo, Jesus Cristo, Jesus Cristo, eu estou aqui
Olho pro céu e vejo uma nuvem branca que vai passando
Olho na terra e vejo uma multidão que vai caminhando
Como essa nuvem branca, essa gente não sabe aonde vai
Quem poderá dizer o caminho certo é você, meu Pai
Jesus Cristo, Jesus Cristo, Jesus Cristo, eu estou aqui
Jesus Cristo, Jesus Cristo, Jesus Cristo, eu estou aqui

Toda essa multidão tem no peito amor e procura a paz
E apesar de tudo a esperança não se desfaz
Olhando a flor que nasce no chão daquele que tem amor
Olho pro céu e sinto crescer a fé no meu Salvador
Jesus Cristo, Jesus Cristo, Jesus Cristo, eu estou aqui
Jesus Cristo, Jesus Cristo, Jesus Cristo, eu estou aqui
Em cada esquina eu vejo o olhar perdido de um irmão
Em busca do mesmo bem nessa direção, caminhando vem
É meu desejo ver aumentando sempre essa procissão
Para que todos cantem na mesma voz essa oração
Jesus Cristo, Jesus Cristo, Jesus Cristo, eu estou aqui
Jesus Cristo, Jesus Cristo, Jesus Cristo, eu estou aqui
Jesus Cristo, Jesus Cristo, Jesus Cristo, eu estou aqui
Jesus Cristo, Jesus Cristo, Jesus Cristo, eu estou aqui
Jesus Cristo, Jesus Cristo, Jesus Cristo, eu estou aqui ...


Jesus Cristo (Roberto & Erasmo) - Erlon Chaves & Banda Veneno(1971)
clique aqui!

Jesus Cristo (Roberto & Erasmo) - Simone(2000)
clique aqui!

Jesus Cristo (Roberto & Erasmo) - Roberto Carlos ao vivo

video

terça-feira, 6 de janeiro de 2009

"Imunizacao racional ou Que beleza"

Imunização racional ou Que beleza

Uh uh uh que beleza!!!
Uh uh uh que beleza!!!
uh uh uh que beleza!!!
uh uh uh que beleza!!!
Que beleza é sentir a natureza,
ter certeza pra onde vai e de onde vem.
Que beleza é linda pureza,
e sem medo destinquir o mau e o bem.
Uh uh uh que beleza
Uh uh uh que beleza
Que beleza é saber seu nome
sua origem, seu passado e seu futuro.
Que beleza conhecer o desencanto
e ver tudo bem mais claro no escuro
Uh uh uh que beleza
Uh uh uh que beleza
Abra a porta e vai entrando
felicidade vai brilhar no mundo(2 x)
Uh uh uh que beleza
uh uh uh que beleza.


Imunizacao racional ou Que beleza (Tim Maia) - Gal Costa(1998)
clique aqui!

Imunizacao racional ou Que beleza (Tim Maia) - Tim Maia(1976)
clique aqui!

"Historia de uma crianca"

Historia de uma crianca (Paulinho Nogueira) - Alaide Costa(1965)
clique aqui!

Historia de uma crianca (Paulinho Nogueira) - Os 3 Morais(1971)
clique aqui!

segunda-feira, 5 de janeiro de 2009

"Geni e o zepelim"

Geni e o zepelim

De tudo que é nego torto
Do mangue e do cais do porto
Ela já foi namorada
O seu corpo é dos errantes
Dos cegos, dos retirantes
É de quem não tem mais nada
Dá-se assim desde menina
Na garagem, na cantina
Atrás do tanque, no mato
É a rainha dos detentos
Das loucas, dos lazarentos
Dos moleques do internato
E também vai amiúde
Co'os velhinhos sem saúde
E as viúvas sem porvir
Ela é um poço de bondade
E é por isso que a cidade
Vive sempre a repetir
Joga pedra na Geni
Joga pedra na Geni
Ela é feita pra apanhar
Ela é boa de cuspir
Ela dá pra qualquer um
Maldita Geni
Um dia surgiu, brilhante
Entre as nuvens, flutuante
Um enorme zepelim
Pairou sobre os edifícios
Abriu dois mil orifícios
Com dois mil canhões assim
A cidade apavorada
Se quedou paralisada
Pronta pra virar geléia
Mas do zepelim gigante
Desceu o seu comandante
Dizendo - Mudei de idéia
- Quando vi nesta cidade
- Tanto horror e iniqüidade
- Resolvi tudo explodir
- Mas posso evitar o drama
- Se aquela formosa dama
- Esta noite me servir
Essa dama era Geni
Mas não pode ser Geni
Ela é feita pra apanhar
Ela é boa de cuspir
Ela dá pra qualquer um
Maldita Geni
Mas de fato, logo ela
Tão coitada e tão singela
Cativara o forasteiro
O guerreiro tão vistoso
Tão temido e poderoso
Era dela, prisioneiro
Acontece que a donzela
- e isso era segredo dela
Também tinha seus caprichos
E a deitar com homem tão nobre
Tão cheirando a brilho e a cobre
Preferia amar com os bichos
Ao ouvir tal heresia
A cidade em romaria
Foi beijar a sua mão
O prefeito de joelhos
O bispo de olhos vermelhos
E o banqueiro com um milhão
Vai com ele, vai Geni
Vai com ele, vai Geni
Você pode nos salvar
Você vai nos redimir
Você dá pra qualquer um
Bendita Geni
Foram tantos os pedidos
Tão sinceros, tão sentidos
Que ela dominou seu asco
Nessa noite lancinante
Entregou-se a tal amante
Como quem dá-se ao carrasco
Ele fez tanta sujeira
Lambuzou-se a noite inteira
Até ficar saciado
E nem bem amanhecia
Partiu numa nuvem fria
Com seu zepelim prateado
Num suspiro aliviado
Ela se virou de lado
E tentou até sorrir
Mas logo raiou o dia
E a cidade em cantoria
Não deixou ela dormir
Joga pedra na Geni
Joga bosta na Geni
Ela é feita pra apanhar
Ela é boa de cuspir
Ela dá pra qualquer um
Maldita Geni


Geni e o zepelim (Chico Buarque) - Chico Buarque(1979)
clique aqui!

Geni e o zepelim (Chico Buarque) - Cida Moreira(1993)
clique aqui!

Geni e o zepelim (Chico Buarque) - Maria Eugenia ao vivo

video

domingo, 4 de janeiro de 2009

"Falso moralista"

Falso moralista

Você condena o que a moçada anda fazendo
e não aceita o teatro de revista
arte moderna pra você não vale nada
e até vedete você diz não ser artista
Você se julga um tanto bom e até perfeito
Por qualquer coisa deita logo falação
Mas eu conheço bem o seu defeito
e não vou fazer segredo não
Você é visto toda sexta no Joá
e não é só no carnaval que vai pros bailes se acabar
Fim de semana você deixa a companheira
e no bar com os amigos bebe bem a noite inteira
Segunda-feira chega na repartição
pede dispensa para ir ao oculista
e vai curar sua ressaca simplesmente
Você não passa de um falso moralista


Falso moralista (Nelson Sargento) - Casuarina(2005)
clique aqui!

Falso moralista (Nelson Sargento) - Paulinho da Viola(1972)
clique aqui!

"E de manha"

É de manhã

É de manhã
É de madrugada
É de manhã
Não sei mais de nada
É de manhã
Vou ver meu amor
É de manhã
Vou ver minha amada
É de manhã
Flor da madrugada
É de manhã
Vou ver minha flor
Vou pela estrada
E cada estrela
É uma flor
Mas a flor amada
É mais que a madrugada
E foi por ela
Que o galo cocorocô
Que o galo cocorocõ


E de manha (Caetano Veloso) - Maria Odette(1966)
clique aqui!

E de manha (Caetano Veloso) - Tom da Terra(1995)
clique aqui!

E de manha (Caetano Veloso) - Caetano Veloso & Maria Bethania ao vivo

video

"Das rosas"

Das rosas

Nada como ser rosa na vida
Rosa mesmo ou mesmo rosa mulher
Todos querem muito bem a rosa
Quero eu ....
Todo mundo também quer
Um amigo meu disse que em samba
Canta-se melhor flor e mulher
E eu que tenho rosas como tema
Canto no compasso que quiser
Rosas...rosas ... rosas...
Rosas formosas são rosas de mim
Rosas a me confundir
Rosas a te confundir
Com as rosas, as rosas, as rosas, de abril
Rosas... rosas... rosas...
Rosas mimosas são rosas de ti
Rosas a me confundir
Rosas a te confundir
Com as rosas, as rosas, as rosas de abril
Rosas a me confundir
Rosas a te confundir
São muitas...são tantas
São todas tão rosas


Das rosas (Dorival Caymmi) - Ana Margarida & Tamba Trio & Quinteto Villa Lobos(1965)
clique aqui!

Das rosas (Dorival Caymmi) - Danilo Caymmi(1998)
clique aqui!

Das rosas (Dorival Caymmi) - Petrobras Brass Essemble

video

"Cobras e lagartos"

Cobras e lagartos

Nunca mais vai beber minhas lágrimas
Não vai, não
Me fazer de gato e sapato
Não vai mesmo, não
Se eu choro, me lanho, me arranho
Não é de saudade(suponho que não)
É uma dor que emudece aqui dentro no meu coração
Se eu lembro de tuas palavras
Me vem suor
E o sangue me sobe
A cabeça esquenta
E eu fico pior
Me devolva aos meus travesseiros
E perco o meu sono
Que coisa ruim
Eu só sei que a imagem dele
Pregada na insônia
Não desgruda de mim


Cobras e lagartos (Sueli Costa & Herminio Bello de Carvalho) - Maria Bethania & Herminio Bello de Carvalho(2005)
clique aqui!

Cobras e lagartos (Sueli Costa & Herminio Bello de Carvalho) - Marisa Gata Mansa & Terra Trio ao vivo(1976)
clique aqui!

Cobras e lagartos (Sueli Costa & Herminio Bello de Carvalho) - Alaide Costa ao vivo

video

"Baiao da garoa"

Baião da garoa

Na terra seca
Quando a safra não é boa
Sabiá não entoa
Não dá milho e feijão
Na Paraíba, Ceará, nas Alagoas
Retirantes que passam
Vão cantando seu rojão.
Tra-lá lá lá lá lá lá
Tra-lá lá lá lá lá lá
Meu São Pedro me ajude
Mande chuva, chuva boa
Chuvisqueiro, chuvisquinho
Nem que seja uma garoa.
Uma vez choveu na terra seca
Sabiá então cantou
Houve lá tanta fartura
Que o retirante voltou.
Oil Graças a Deus
Choveu, garoou.


Baiao da garoa (Luiz Gonzaga & Herve Cordovil) - Dominguinhos & Sergio Reis(1997)
clique aqui!

Baiao da garoa (Luiz Gonzaga & Herve Cordovil) - Orlando Silveira(1956)
clique aqui!

Baiao da garoa (Luiz Gonzaga & Herve Cordovil) - Almir Rouche ao vivo

video

"A cancao que virou voce"

A cancao que virou voce (Luiz Antonio) - Conjunto Bem Bossa(1964)
clique aqui!

A cancao que virou voce (Luiz Antonio) - Miltinho(1962)
clique aqui!