quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

"Vai trabalhar, vagabundo"

Vai trabalhar, vagabundo

Vai trabalhar, vagabundo
Vai trabalhar, criatura
Deus permite a todo mundo
Uma loucura
Passa o domingo em familia
Segunda-feira beleza
Embarca com alegria
Na correnteza
Prepara o teu documento
Carimba o teu coração
Não perde nem um momento
Perde a razão
Pode esquecer a mulata
Pode esquecer o bilhar
Pode apertar a gravata
Vai te enforcar
Vai te entregar
Vai te estragar
Vai trabalhar
Vê se não dorme no ponto
Reúne as economias
Perde os três contos no conto
Da loteria
Passa o domingo no mangue
Segunda-feira vazia
Ganha no banco de sangue
Pra mais um dia
Cuidado com o viaduto
Cuidado com o avião
Não perde mais um minuto
Perde a questão
Tenta pensar no futuro
No escuro tenta pensar
Vai renovar teu seguro
Vai caducar
Vai te entregar
Vai te estragar
Vai trabalhar
Passa o domingo sozinho
Segunda-feira a desgraça
Sem pai nem mãe, sem vizinho
Em plena praça
Vai terminar moribundo
Com um pouco de paciência
No fim da fila do fundo
Da previdência
Parte tranquilo, ó irmão
Descansa na paz de Deus
Deixaste casa e pensão
Só para os teus
A criançada chorando
Tua mulher vai suar
Pra botar outro malandro
No teu lugar
Vai te entregar
Vai te estragar
Vai te enforcar
Vai caducar
Vai trabalhar
Vai trabalhar
Vai trabalhar


Vai trabalhar, vagabundo (Chico Buarque) - Barbara Casini(2000)
clique aqui!

Vai trabalhar, vagabundo (Chico Buarque) - Noite Ilustrada(1977)
clique aqui!

Vai trabalhar, vagabundo (Chico Buarque) - Joao Gabriel & Daniel & Alan

video

terça-feira, 30 de dezembro de 2008

"Um cantinho e voce"

Um cantinho e você

Um cantinho e você
uma rede ao luar
uma vela a correr
num pedaço de mar
na paisagem tranquila o sussurro
e um beijo depois
pra nos dois
basta isso somente
e o que a gente não diz
para um quadro feliz
um sorriso um olhar
um aperto de mão
todo um sonho a vibrar
numa linda canção
felicidade afinal
vive do pouco que tem
um cantinho, você
e mais ninguem


Um cantinho e voce (Jair Amorim & Jose Maria de Abreu) - Dick Farney(1959)
clique aqui!

Um cantinho e voce (Jair Amorim & Jose Maria de Abreu) - Paula Morelenbaum & Leo Gandelman(2008)
clique aqui!

"Tao minha, tao mulher"

Tão minha, tão mulher

Você, deitada assim na minha cama,
Sobre o lençol desmanchado de amor,
Cabelo solto, largado, desfeito,
Sem preconceito, vergonha ou pudor.
Você, deitada assim na minha cama,
Tão descomposta e tão natural,
O coração mal contido no seio,
Sem medo ou receio,
Em paz afinal.
Você tão minha e tão mulher,
Deitada em minha cama,
Me ensinou a poesia do amor,
E a canção do prazer.
Você, um sonho tão real,
Dizendo que me ama,
Deitada em minha cama,
Tão minha, tão linda, tão mulher.
Você, um sonho tão real,
Dizendo que me ama,
Deitada em minha cama,
Tão minha, tão linda, tão mulher.
Você, deitada assim na minha cama,
Tão descomposta e tão natural,
O coração mal contido no seio,
Sem medo ou receio,
Em paz afinal.
Você tão minha e tão mulher,
Deitada em minha cama,
Me ensinou a poesia do amor,
E a canção do prazer.
Você, um sonho tão real,
Dizendo que me ama,
Deitada em minha cama,
Tão minha, tão linda, tão mulher....


Tao minha, tao mulher (Mauricio Duboc & Carlos Colla) - Altemar Dutra(1980)
clique aqui!

Tao minha, tao mulher (Mauricio Duboc & Carlos Colla) - Mauricio Duboc(1980)
clique aqui!

segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

"Sai do sereno"

Sai do sereno

Sai, sai do sereno, menina
Sereno pode lhe fazer mal
Vem logo pra dentro, menina
Que esse forró
Tá gostoso pra danar
Acaundu, acaundu, acaundu


Sai do sereno (Onildo Almeida) - Dominguinhos & Onildo Almeida(1983)
clique aqui!

Sai do sereno (Onildo Almeida) - Gilberto Gil(1972)
clique aqui!

"Quando eu penso na Bahia"

Quando eu penso na Bahia

Quando eu penso na Bahia
Nem sei que dor que me dá
Oi, me dá, me dá, me dá, Ioio
Me dá, me dá, me dá, Iaiá
Se eu pudesse, qualquer dia
Eu ia de novo pra lá
Oi, não vá, não vá, não vá, Iaiá
Eu vou, eu vou, se vou, Ioio
Eu deixei lá na Bahia
Um amor tão bom, tão bom, Ioio
Meu Deus, que amor!
E desse amor só quem sabia
Era Virgem Maria
Nasceu, cresceu, viveu,
E lá ficou
Mas, quem sabe se esse amor
Que ficou lá na Bahia, oi
Já se acabou?
E se assim for, eu sei de alguém
Que lhe quer muito bem
Quem é?
Sou eu
Eu quem?
O seu Ioio


Quando eu penso na Bahia (Ary Barroso & Luiz Peixoto) - Maria Bethania & Chico Buarque(1996)
clique aqui!

Quando eu penso na Bahia (Ary Barroso & Luiz Peixoto) - Silvio Caldas & Aurora Miranda(1995) clique aqui!

Quando eu penso na Bahia (Ary Barroso & Luiz Peixoto) - Emilinha Borba & Lourdinha Bittencourt(1949)

video

domingo, 21 de dezembro de 2008

"Papel marche"

Papel marchê

Cores do mar, festa do sol
vida fazer todo o sonho brilhar
ser feliz, no teu colo dormir
e depois acordar
sendo o seu colorido
brinquedo de papel marché
cores do mar, festa do sol
vida fazer todo o sonho brilhar
ser feliz, no teu colo dormir
e depois acordar
sendo o seu colorido
brinquedo de papel marché
dormir no teu colo é tornar a nascer
violeta e azul outro ser
luz do querer
não vai desbotar, lilás cor do mar
seda cor de batom
arco-íris crepon
nada vai desbotar


Papel marche (Joao Bosco & Capinam) - Ana Caram(1990)
clique aqui!

Papel marche (Joao Bosco & Capinam) - Joao Bosco(1984)
clique aqui!

Papel marche (Joao Bosco & Capinam) - Joao Bosco & Samuel Rosa ao vivo

video

"O boto"

O boto

Na praia de dentro tem areia
Na praia de fora tem o mar
Um bôto casado com sereia
Navega num rio pelo mar
O corpo de um bicho deu na praia
E a alma perdida quer voltar
Caranguejo conversa com arraia
Marcando a viagem pelo ar
Ainda ontem vim de lá do Pilar
Ainda ontem vim de lá do Pilar
Já tô com vontade de ir por aí
Ontem vim de lá do Pilar
Ontem vim de lá do Pilar
Com vontade de ir por aí
Na ilha deserta o sol desmaia
Do alto do morro vê-se o mar
Papagaio discute com jandaia
Se o homem foi feito pra voar
Cristina, Cristina
Cristina, Cristina
Desperta, desperta
Desperta, desperta
Vem cá
ah - ah
(orquestra)
Inhambu cantou lá na floresta
E o velho jereba fêz-se ao ar
Sapo querendo entrar na festa
Viola pesada pra voar
Ainda ontem etc...
Ontem vim etc...
Camiranga urubu mestre do vento
Urubu caçador mestre do ar
Urutau cantando num lamento
Pra lua redonda navegar
Ainda ontem etc...
Ontem vim etc...
ah - ah
Na enseada negra vista em sonho
Dorme um veleiro sobre o mar
No espelho das aguas refletido
Navega um veleiro pelo ar


O boto (Tom Jobim & Jararaca) - Edu Lobo(2000)
clique aqui!

O boto (Tom Jobim & Jararaca) - Jaime Alem & Nair Candia(1978)
clique aqui!

O boto (Tom Jobim & Jararaca) - Quarteto Jobim-Morelembaum

video

"Na hora do almoco"

Na hora do almoço

No centro da sala
Diante da mesa
No fundo do prato
comida e tristeza
A gente se olha
se toca e se casa
E se desentende
No instante em que fala
Cada um guarda mais o seu segredo
A sua mão fechada a sua boca aberta
Seu peito deserto a sua mão parada
Lacrada selada morta de medo
Pai na cabeceira é hora do almoço
Minha mão me chama é hora do almoço
Minha irmã mais nova negra cabeleira
Minha vó reclama é hora do almoço
Que eu ainda sou bem moço prá tanta tristeza
Deixemos de coisa cuidemos da vida
Se não chega a morte ou coisa parecida
E nos arrasta moço sem ter visto a vida
Ou coisa parecida ou coisa aparecida ou coisa aparecida


Na hora do almoco (Belchior) - Belchior & Ednardo(2002)
clique aqui!

Na hora do almoco (Belchior) - Belchior & Jorginho Telles & Jorge Nery(1971)
clique aqui!

Na hora do almoco (Belchior) - Belchior

video

sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

"Mais um adeus"

Mais um adeus

Mais um adeus
Uma separação
Outra vez, solidão
Outra vez, sofrimento
Mais um adeus
Que não pode esperar
O amor é uma agonia
Vem de noite, vai de dia
É uma alegria
E de repente
Uma vontade de chorar
Contraponto
Olha, benzinho, cuidado
Com o seu resfriado
Não pegue sereno
Não tome gelado
O gim é um veneno
Cuidado, benzinho
Não beba demais
Se guarde para mim
A ausência é um sofrimento
E se tiver um momento
Me escreva um carinho
E mande o dinheiro
Pro apartamento
Porque o vencimento
Não é como eu:
Não pode esperar
O amor é uma agonia
Vem de noite, vai de dia
É uma alegria
E de repente
Uma vontade de chorar


Mais um adeus (Toquinho & Vinicius) - Doris Monteiro(1971)
clique aqui!

Mais um adeus (Toquinho & Vinicius) - Toquinho & Marilia Medalha(1971)
clique aqui!

Mais um adeus (Toquinho & Vinicius) - Desconhecidos

video

"Lamento negro"

Lamento negro

Xangô, Xangô
Ogum Dil, Ogum Dilê
Xangô, meu Pai
Dilodê
Já se foi lá na Aruanda
Já se foi, se vai
Caô
Maleime
Meu pai, maleime
Xangô
Ô ô ô ô ô
Ô ô ô ô ô
Tetê angorô corumbá
Zi macumba não dá saravá
Zi muleque brada ponto
pra descê
Oxum Marê
pra salvar nossa terera
cundinga madunga marerê
Caô ô
Maleme, meu pai maleme
Xangô


Lamento negro (Constantino Silva & Humberto Porto) - Stellinha Egg(1954)
clique aqui!

Lamento negro (Constantino Silva & Humberto Porto) - Tamba Trio(1982)
clique aqui!

"Jequitinhonha"

Jequitinhonha

Jequitinhonha
Braço do mar
Leva esse canto prá navegar
Traz do garimpo
Pedra que brilha
Mais que a luz do luar
Jequitinhonha
Jequitibarro
Mete essa unha, tira da terra
Vida talhada com as mãos
Já te quis, já te quis, já te quis tanto
Já te fiz, já te fiz, já te fiz sonho
Te cantei, te cantei, te cantei pranto
Como a água da chuva que inunda esse chão


Jequitinhonha (Lery Faria & Paulinho Assumpcao) - Consuelo de Paula(1998)
clique aqui!

Jequitinhonha (Lery Faria & Paulinho Assumpcao) - Paulinho Pedra Azul(1982)
clique aqui!

terça-feira, 9 de dezembro de 2008

"Impossivel acreditar que perdi voce"

Impossível acreditar que perdi você

Não, eu não consigo acreditar
no que aconteceu
É um sonho meu
Nada se acabou
Não, é impossível
não consigo viver sem você
Volte e venha ver
Tudo em mim mudou
Eu já não consigo mais viver
dentro de mim
E viver assim
é quase morrer
Venha me dizer sorrindo
que você brincou
E que ainda é meu
só meu, o seu amor
Hoje mais um dia de tristezas
para mim passou
Nem o meu olhar
nada se alegrou
Snto-me perdido no vazio
que você deixou
Nada quero ser
já nem sei quem sou


Impossivel acreditar que perdi voce (Marcio Greick & Cobel) - Jerry Adriani(1998)
clique aqui!

Impossivel acreditar que perdi voce (Marcio Greick & Cobel) - Veronica Sabino(1999)
clique aqui!

Impossivel acreditar que perdi voce (Marcio Greick & Cobel) - Toni Platao & Marcio Greck ao vivo

video

"Historia de um valente"

História de um valente

Quem diz não mente,
na mão de um fraco
sempre morre um valente.

eu sou daquele tempo do Brancura,
em que os fracos mandavam os fortes para a sepultura.

Quando eu fui pra Mangueira, Noel dizia
Que o revolver veio para acabar com a valentia.


Historia de um valente (Nelson Cavaquinho & Jose Ribeiro de Souza) - Joao Bosco(1985)
clique aqui!

Historia de um valente (Nelson Cavaquinho & Jose Ribeiro de Souza) - Leny Andrade(1995)
clique aqui!

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

"Falso brilhante"

Falso brilhante

O amor
É um falso brilhante
No dedo da debutante
O amor
É um disparate.
Na mala do mascate
Macacos tocam tambor.
O amor
É um mascarado:
A patada da fera
Na cara do domador.
O amor
Sempre foi o causador
Da queda da trapezista
Pelo motociclista
Do globo da morte.
O amor é de morte.
Faz a odalisca atear fogo às vestes
E o dominó beber água-raz.
O amor é demais.
Me fez pintar os cabelos,
Me fez dobrar os joelhos,
Me faz tirar coelhos
Da cartola surrada da esperança.
O amor é uma criança.
E o mesmo diante da hora fatal
O amor
Me dará forças
Pro grito de carnaval,
Pro canto do cisne,
Pra gargalhada final


Falso brilhante (Joao Bosco & Aldir Blanc) - Joao Bosco(1977)
clique aqui!

Falso brilhante (Joao Bosco & Aldir Blanc) - Ze Luiz Mazziotti(1979)
clique aqui!

"E de lei"

É de lei

É de lei, é de lei
E dentro da roda fiquei
É de lei, é de lei
Amarraram o filho então sou rei
Quem vacilão tem
Tem, tem que dançar
Você vacilou
Eu to vendo o barco afundar
Adeus, adeus
Vai que já voltei
É de lei, é de lei
E dentro da roda fiquei
É de lei, é de lei
Amarraram o filho então sou rei
(...)
Palavra de rei
Não pode faltar
Galo me avisou
Quem ajoelhou vai rezar
Cai, deitei
Mas me levantei
Toma lá o teu e dá cá o meu que é de lei
É de lei, é de lei
E dentro da roda fiquei
É de lei, é de lei
Amarraram o filho então sou rei
(...)
Não deixa cair
A colher de cal
Tempo que foi bom vai virar um bom temporal
Você jogou
Mas também joguei
Toma lá o teu e dá cá o meu que é de lei
É de lei, é de lei
E dentro da roda fiquei
É de lei, é de lei
Amarraram o filho então sou rei
Procurei demais
Mas foi tudo em vão
Então resolvi cancelar a procuração
Não vai chiar
Pois eu não chiei
Toma lá o teu e dá cá o meu que é de lei
É de lei, é de lei
E dentro da roda fiquei
É de lei, é de lei
Amarraram o filho então sou rei


E de lei (Baden Powell & Paulo Cesar Pinheiro) - Baden Powell(1972)
clique aqui!

E de lei (Baden Powell & Paulo Cesar Pinheiro) - Clara Sandroni & Marcos Sacramento(2003)
clique aqui!

"Das 200 para la"

Das 200 para la (Joao Nogueira) - Eliana Pitman(1972)
clique aqui!

Das 200 para la (Joao Nogueira) - Joao Nogueira(1972)
clique aqui!

Das 200 para la (Joao Nogueira) - Joao Nogueira & Caculinha e seu Regional ao vivo

video

domingo, 7 de dezembro de 2008

"Cobra criada"

Cobra criada

Suco de sururucu
diga lá jacu
cotia comadre
posta de pirarucu
diga lá cajú
barata cascuda
gruta de viúva negra
caranguejeira
saúva coruja
rastro de jararucu
jararacoral
piranha calunga
diaba de banda retrai
de carataí
traíra de dente de dá
e cada dentada que dá
cascudo cará
purús juruá
mordida no maracujá
de cobra criada no mar
chocalha no cadê você
sussurra no bote que dá
curare de cobra suga e sai
picada de cobra amor não dói.


Cobra criada (Joao Bosco & Paulo Emilio) - Elis Regina ao vivo(1979)
clique aqui!

Cobra criada (Joao Bosco & Paulo Emilio) - Joao Bosco(1979)
clique aqui!

Cobra criada (Joao Bosco & Paulo Emilio) - Elis Regina ao vivo

video

"Baiao"

Baião

Eu vou mostrar pra vocês
Como se dança o baião
E quem quiser aprender
É favor presta atenção
Morena chegue pra cá,
Bem junto ao meu coração
Agora é só me seguir
Pois eu vou dançar o baião
Eu já dancei, balancei,
Chamego, samba em Xerém
Mas o baião tem um quê,
Que as outras danças não têm
Quem quiser só dizer,
Pois eu com satisfação
Vou dançar cantando o baião
Eu já cantei no Pará
Toquei sanfona em Belém
Cantei lá no Ceará
E sei o que me convém
Por isso quero afirmar
Com toda convicção
Que sou doido pelo baião


Baiao (Luiz Gonzaga & Humberto Teixeira) - Carmelia Alves(1999)
clique aqui!

Baiao (Luiz Gonzaga & Humberto Teixeira) - Luiz Gonzaga(1949)
clique aqui!

Baiao (Luiz Gonzaga & Humberto Teixeira) - Tamboritau ao vivo

video

"A cancao dos seus olhos"

A canção dos seus olhos

Ai você foi embora era hora de ir
depois que sabe que tristeza haveria
ai! foi bom separar os meu solhos dos seus
o meu olhar apaguerei do teu olhar
ah! não faz mal a distâcia
ah! não faz mal a saudade
hoje é melhor eu saber
que você não sofreu
se eu sofri não faz mal
ai! nasceu do sofrimento
na esperança e no amor
nasceu de mim
a canção dos olhos seus olhos


A cancao dos seus olhos (Pernambuco & Antonio Maria) - Elizeth Cardoso & Moacyr Silva(1960)
clique aqui!

A cancao dos seus olhos (Pernambuco & Antonio Maria) - Hebe Camargo(1960)
clique aqui!

"Vai ser tao facil"

Vai ser tão fácil

Vai.
Vai ser tão fácil esquecer você
É só não ver o mar
E nem pro céu olhar
Vai.
Vai ser tão fácil esquecer você
Meu violão parar
E minha dor negar
É só em Deus não crer
Fingir que sou feliz assim
Vai ser tão fácil esquecer você
Vou esquecer de mim


Vai ser tao facil (Ivor Lancellotti) - Beth Carvalho(1988)
clique aqui!

Vai ser tao facil (Ivor Lancellotti) - Elizeth Cardoso(1974)
clique aqui!

"Um abraco no Codo"

Um abraco no Codo (Baden Powell) - Baden Powell(1969)
clique aqui!

Um abraco no Codo (Baden Powell) - Milton Banana Trio(1970)
clique aqui!

Um abraco no Codo (Baden Powell) - Osvaldo Leao Filho

video

"Tanto que aprendi de amor"

Tanto que aprendi de amor

Tanto que aprendi de amor na vida
E agora descobri
Que não sei nada mais
Força eu fiz pra ter com esse rapaz
Só boa companhia
Hoje eu gosto demais
Sabe que até falta ele me faz
Sabe que eu tentei não compreender
E dei pra relembrar as coisas mais
Pra esquecer
Tanto que aprendi de amor
Tanto, e daí?
Na hora de fugir não me senti capaz
Quero o que me sobra dele em mim
A boa companhia
A vida que ele traz
Força eu fiz mas já não faço mais
Sei onde me leva essa ilusão
Mas não amar também me tira a paz
E a emoção


Tanto que aprendi de amor (Fatima Guedes) - Leila Pinheiro & Roberto Menescal(2007)
clique aqui!

Tanto que aprendi de amor (Fatima Guedes) - Ze Luiz Mazziotti(1981)
clique aqui!

terça-feira, 2 de dezembro de 2008

"Sai dessa"

DIA NACIONAL DO SAMBA

Sai dessa

Sonhei que existia uma avenida
Sem entrada e sem saída pra gente comemorar
Toda hora, todo dia, toda vida
Na tristeza e na alegria, sem platéia e sem patrão
Hoje eu sonhei que cerveja sai da bica
No banheiro não tem fila nem existe contramão
Que o trabalho é ali na nossa esquina
E depois do meio dia, nem polícia e nem ladrão
Sonhei, como faço todo dia
Como você não sabia, meu senhor não levo a mal
A beleza, o amor, a fantasia
O que tece e o que desfia não se aprende no jornal
Hoje eu sonhei, mas não vou pedir desculpas
E nem vou levar a culpa de ser povo e ser artista
Sem essa, moço, por favor não crie clima
Seu buraco é mais embaixo


Sai dessa (Nathan Marques & Ana Terra) - Martinalia(2008)
clique aqui!

Sai dessa (Nathan Marques & Ana Terra) - Vesper Vocal & Natan Marques(1992)
clique aqui!

"Razao de viver"

DIA NACIONAL DO SAMBA

Razão de viver

Meu amor
se eu pudesse ao menos ter
por um dia teu amor
pra sentir que tem razão meu viver
mas assim
tendo só tristeza em mim
só vivendo pra sofrer
é melhor morrer
e a vida toda te querendo ter
como pode um coração
sofrer tanto a solidão
e querer viver
mais que amor
o que existe é paixão
e a paixão me mata amor
se não vens morro então


Razao de viver (Eumir Deodato & Paulo Sergio Valle) - Claudette Soares(1965)
clique aqui!

Razao de viver (Eumir Deodato & Paulo Sergio Valle) - Leny Andrade(1965)
clique aqui!

"Quando eu me chamar saudade"

DIA NACIONAL DO SAMBA

Quando eu me chamar saudade

Sei que amanhã
Quando eu morrer
Os meus amigos vão dizer
Que eu tinha um bom coração
Alguns até hão de chorar
E querer me homenagear
Fazendo de ouro um violão
Mas depois que o tempo passar
Sei que ninguém vai se lembrar
Que eu fui embora
Por isso é que eu penso assim
Se alguém quiser fazer por mim
Que faça agora.
Me dê as flores em vida
O carinho, a mão amiga,
Para aliviar meus ais.
Depois que eu me chamar saudade
Não preciso de vaidade
Quero preces e nada mais.


Quando eu me chamar saudade (Nelson Cavaquinho & Guilherme de Brito) - Beth Carvalho(2001)
clique aqui!

Quando eu me chamar saudade (Nelson Cavaquinho & Guilherme de Brito) - Nora Ney(1972)
clique aqui!

Quando eu me chamar saudade (Nelson Cavaquinho & Guilherme de Brito) - Nora Ney & Jorge Goulart & Regional de Caçulinha ao vivo

video

"O bonde de Sao Januario"

DIA NACIONAL DO SAMBA

O bonde de Sao Januario

Quem trabalha, é que tem razão,
Eu digo, e não tenho medo e errar,
O bonde São Januário,
Lava mais um operário,
Sou eu que vou trabalhar.

Antigamente eu não tinha juízo,
Mas hoje eu penso melhor no futuro,
(Graças a Deus)

Sou feliz,
Vivo muito bem,
A boêmia,
Não dá camisa,
A ninguém,
Passe bem!


O bonde de Sao Januario (Ataulfo Alves & Wilson Batista) - Ciro Monteiro(1940)
clique aqui!

O bonde de Sao Januario (Ataulfo Alves & Wilson Batista) - Severino Filho e sua Orquestra de Dancas(1958)
clique aqui!

"Na Gloria"

DIA NACIONAL DO SAMBA

Na Gloria (Ary dos Santos & Raul de Barros) - Pedroca, seu Piston e seu Conjunto(1959)
clique aqui!

Na Gloria (Ary dos Santos & Raul de Barros) - Raul de Barros(1983)
clique aqui!

Na Gloria (Ary dos Santos & Raul de Barros) - Sardinha's Club ao vivo

video

domingo, 30 de novembro de 2008

"Mais que a paixao"

Mais que a paixão

Não espere de mim
Nada mais que a paixão
Não espere nada demais
Do meu coração
Que bate, rebate e grita
Geme, chora e se agita
Sambando nas cordas bambas
De uma viola vadia, vadia.
Não espere encontrar numa canção
Nada além de um sonho
Nada além de uma ilusão
Talvez, quem sabe,
A verdade, a infinita vontade
De arrancar de dentro da noite
A barra clara do dia.


Mais que a paixao (Egberto Gismonti & Joao Carlos Padua) - Marcio Lott(2006)
clique aqui!

Mais que a paixao (Egberto Gismonti & Joao Carlos Padua) - Wanderlea(1978)
clique aqui!

"Lamento de Exu"

Lamento de Exu (Baden Powell & Vinicius) - Monica Salmaso(1996)
clique aqui!

Lamento de Exu (Baden Powell & Vinicius) - Quarteto em Cy & Vinicius & Baden Powell(1966)
clique aqui!

"Jequitiba do samba"

Jequitibá do samba

Madeira de dar em doido é jequitibá
Deixa a Mangueira passar
Madeira de dar em doido é jequitibá
Deixa a Mangueira passar
Embalança meu bem
Embalança a roseira
Embalança a cabrocha
Embalança a Mangueira
Ô ô ô ô ô
O jequitibá do samba chegou
Mangueira é uma floresta de sambistas
Onde o jequitibá nasceu
Veio o fogo e queimou
Veio o vento tombou
O machado o jequitibá ficou
Ô ô ô ô ô
O jequitibá do samba chegou
Ô ô ô ô ô(bis)


Jequitiba do samba (Jose Ramos & Marcelino Ramos) - Xango da Mangueira(1973)
clique aqui!

Jequitiba do samba (Jose Ramos & Marcelino Ramos) - Ze da Zilda e Zilda do Ze(1949)
clique aqui!

sábado, 29 de novembro de 2008

"Imperio do samba"

Império do samba

Venho do lado de lá
Minha gente chegou
Chegou querendo abafar
Ai! ai! ai! ai! ai!
O doutor mandou todo mundo gingar
Chegou o império do samba
Agora o samba vai imperar
Ai! ai! ai! ai! ai!
O doutor mandou todo mundo gingar


Imperio do samba (Ze da Zilda) - Alberto Mota e seu Conjunto(1961)
clique aqui!

Imperio do samba (Ze da Zilda) - Artistas da Odeon(1954)
clique aqui!

"Historia antiga"

História antiga

Na varanda da sacada
Clareando a noite nua
O olhar da minha amada
Refletia a luz da lua
E na noite enluarada
Não se ouvia quase nada
Só meu violão na rua
Pela sombra da ramada
No portão da moradia
O olhar da minha amada
Docemente reluzia
E com voz apaixonada
Eu cantava ao pé da escada
Uma triste melodia
Quando vinha a madrugada
No soprar de um vento frio
O olhar da minha amada
Retornava ao casario
E eu seguia a caminhada
Mas deixava pela estrada
O meu resto de assovio
Hoje a lua na calçada
É só uma velha amiga
O olhar da minha amada
Já virou história antiga
Muita vida foi passada
Mas em noite enluarada
Inda lembro da cantiga


Historia antiga (Dori Caymmi & Paulo Cesar Pinheiro) - Renato Braz(1998)
clique aqui!

Historia antiga ou Brazilian serenata (Dori Caymmi & Paulo Cesar Pinheiro) - Olivia Hime(1997)
clique aqui!

"Gaviao calcudo"

Gavião calçudo

Chorei
Porque
Fiquei
Sem meu amô
O gavião marvado bateu asa
Foi com ela e me deixô
Quem tivê muié bunita
Esconde do gavião
Ele tem unha cumprida
Deixa os maridu na mão
Mas viva quem é sorteiro!
Num tem amô nem paixão
Mas ocês que são casadu
Cuidado com o gavião
Chorei. . .
Us curpado disso tudo
É us maridu d`agora
As muié anda na rua
Cum as canela di fora
Gavião tomando cheiro
Vem decendu sem demora
Pega a muié pelo bico
Bati asa e vai simbora
Chorei porque fiquei sem meu amor
O gavião malvado bateu asas
Foi com ela e me deixou
O culpado disso tudo
É o marido de agora
A mulher sai perfumada
E com a barriguinha de fora
Gavião sentindo o cheiro
Vai chegando sem demora
Bota os olhos no umbigo
Bate asas, leva embora


Gaviao calcudo (Pixinguinha & Cicero Almeida) - Os Vocalistas Modernos(1960)
clique aqui!

Gaviao calcudo (Pixinguinha & Cicero Almeida) - Vania Bastos(1997)
clique aqui!

Gaviao calcudo (Pixinguinha & Cicero Almeida) - Fhatima Santos ao vivo

video

quinta-feira, 27 de novembro de 2008

"Falso amor sincero"

Falso amor sincero

O nosso amor é tão bonito
Ela finge que me ama
E eu finjo que acredito
O nosso falso amor é tão sincero
Isto me faz bem feliz
Ela faz tudo que eu quero
Eu faço tudo que ela diz
Aqueles que se amam de verdade
Invejam a nossa felicidade
Por isso e que eu vivo a dizer


Falso amor sincero (Nelson Sargento) - Nelson Sargento(1979)
clique aqui!

Falso amor sincero (Nelson Sargento) - Walter Alfaiate & Dorina ao vivo(2001)
clique aqui!

Falso amor sincero (Nelson Sargento) - Walter Alfaiate & Dorina ao vivo

video

"E dai"

E daí

Tenho nos olhos quimeras
Com brilho de trinta velas
Do sexo pulam sementes
Explodindo locomotivas
Tenho os intestinos roucos
Num rosário de lombrigas
Os meus músculos são poucos
Pra essa rede de intrigas
Meus gritos afro-latinos
Implodem, rasgam, esganam
E nos meus dedos dormidos
A lua das unhas ganem
E daí?
Meu sangue de mangue sujo
Sobe a custo, a contragosto
E tudo aquilo que fujo
Tirou prêmio, aval e posto
Entre hinos e chicanas
Entre dentes, entre dedos
No meio destas bananas
Os meus ódios e os meus medos
E daí?
Iguarias na baixela
Vinhos finos nesse odre
E nessa dor que me pela
Só meu ódio não é podre
Tenho séculos de espera
Nas contas da minha costela
Tenho nos olhos quimeras
Com brilho de trinta velas
E daí?


E dai (Milton Nascimento & Ruy Guerra) - Clara Sandroni(1989)
clique aqui!

E dai (Milton Nascimento & Ruy Guerra) - Milton Nascimento(1978)
clique aqui!

"Daquilo que eu sei"

Daquilo que eu sei

Daquilo que eu sei
Nem tudo me deu clareza
Nem tudo foi permitido
Nem tudo me deu certeza...
Daquilo que eu sei
Nem tudo foi proibido
Nem tudo me foi possível
Nem tudo foi concebido...
Não fechei os olhos
Não tapei os ouvidos
Cheirei, toquei, provei
Ah Eu!
Usei todos os sentidos
Só não lavei as mãos
E é por isso que eu me sinto
Cada vez mais limpo!
Cada vez mais limpo!
Cada vez mais limpo!


Daquilo que eu sei (Ivan Lins & Vitor Martins) - Arismar do Espirito Santo & Leonardo Amuedo(2008)
clique aqui!

Daquilo que eu sei (Ivan Lins & Vitor Martins) - Ivan Lins(1981)
clique aqui!

Daquilo que eu sei (Ivan Lins & Vitor Martins) - Ivan Lins ao vivo

video

segunda-feira, 24 de novembro de 2008

"Coberto de ouro"

Coberto de ouro

Não quero mais saber,
De quem me fez sofrer,
Nem que venha coberto de ouro,
Não há prazer,
Quem me fez, me fez,
E outra não me faz,
Enquanto eu viver,
Não te quero mais.(bis)

Gosto até de ouvir,
Os teus lamentos,
Teus sofrimentos,
Ainda deviam ser mais,
Pra que jurar ?
Eu digo e repito,
Que não acredito,
No teu juramento,
Cesteiro que faz um cesto,
Faz um cento.


Coberto de ouro (Waldemar Gomes & Affonso Teixeira) - Aracy de Almeida(1942)
clique aqui!

Coberto de ouro (Waldemar Gomes & Affonso Teixeira) - Moacyr Luz(2001)
clique aqui!

"Bahia, minha preta"

Bahia, minha preta

Bahia minha preta
Como será
Se tua seta acerta o caminho e chega lá?
E a curva linha reta
Se ultrapassar
Esse negro azul que te mura,
O mar, o mar?
Cozinha esse cântigo
Comprar o equipamento
E saber usar
Vender o talento e saber cobrar, lucrar
Insite no que é lindo
E o mundo verá
Tu voltares rindo ao lugar que teu globo azul
Rainha do Atlântico azul
E ô Bahia, fonte mítica encantada
E ô expande teu axé, não esconde nada
E ô teu canto de alegria ecoa longe, tempo e espaço
E ô rainha do Atlântico
Te chamo de senhora
Opô, afonjá
Eros, Dona Lina, Agostinho e Edgar
Te chamo Menininha do Gantoise
Candolina, Marta, Didi, Dodô e Osmar
na linha romântico
Teu novo mundo
O mundo conhecerá
E o que está escondido no fundo emergirá
A voz mediterrânea e florestal
Lança muito além a civilização ora em tom boreal
Rainha do atlântico austral
E ô Bahia, fonte mítica encantada
E ô expande teu axé, não esconde nada
E ô teu canto de alegria ecoa longe, tempo e espaço
E ô rainha do Atlântico
E ô... Bahia, minha preta,
Como será?


Bahia, minha preta (Caetano Veloso) - Gal Costa(1993)
clique aqui!

Bahia, minha preta (Caetano Veloso) - Simone Moreno(2005)
clique aqui!

"A briga"

A briga (Cesar Costa Filho & Walter Queiroz) - Cesar Costa Filho(1973)
clique aqui!

A briga (Cesar Costa Filho & Walter Queiroz) - Osmar Milito(1973)
clique aqui!

domingo, 23 de novembro de 2008

"Vai levando"

Vai levando

Mesmo com toda a fama, com toda a brahma
Com toda a cama, com toda a lama
A gente vai levando, a gente vai levando, a gente vai levando
A gente vai levando essa chama
Mesmo com todo o emblema, todo o problema
Todo o sistema, todo Ipanema
A gente vai levando, a gente vai levando, a gente vai levando
A gente vai levando essa gema
Mesmo com o nada feito, com a sala escura
Com um nó no peito, com a cara dura
Não tem mais jeito, a gente não tem cura
Mesmo com o todavia, com todo dia
Com todo ia, todo não ia
A gente vai levando, a gente vai levando, a gente vai levando
A gente vai levando essa guia
Mesmo com todo rock, com todo pop
Com todo estoque, com todo Ibope
A gente vai levando, a gente vai levando, a gente vai levando
A gente vai levando esse toque
Mesmo com toda sanha, toda façanha
Toda picanha, toda campanha
A gente vai levando, a gente vai levando, a gente vai levando
A gente vai levando essa manha
Mesmo com toda estima, com toda esgrima
Com todo clima, com tudo em cima
A gente vai levando, a gente vai levando, a gente vai levando
A gente vai levando essa rima
Mesmo com toda cédula, com toda célula
Com toda súmula, com toda sílaba
A gente vai levando, a gente vai tocando, a gente vai tomando


Vai levando (Chico Buarque & Caetano Veloso) - Chico Buarque & Maria Bethania ao vivo(1975)
clique aqui!

Vai levando (Chico Buarque & Caetano Veloso) - Tom Jobim & Miucha & Chico Buarque(1977)
clique aqui!

Vai levando (Chico Buarque & Caetano Veloso) - Caetano Veloso & Chico Buarque ao vivo

video

"Um a zero"

Um a zero

Vai começar o futebol, pois é,
Com muita garra e emoção
São onze de cá, onze de lá
E o bate-bola do meu coração
É a bola, é a bola, é a bola,
É a bola e o gol!
Numa jogada emocionante
O nosso time venceu por um a zero
E a torcida vibrou
Vamos lembrar
A velha história desse esporte
Começou na Inglaterra
E foi parar no Japão
Habilidade, tiro cruzado,
Mete a cabeça, toca de lado,
Não vale é pegar com a mão
E o mundo inteiro
Se encantou com esta arte
Equilíbrio e malícia
Sorte e azar também
Deslocamento em profundidade
Pontaria
Na hora da conclusão
Meio-de-campo organizou
E vem a zaga rebater
Bate, rebate, é de primeira
Ninguém quer tomar um gol
É coisa séria, é brincadeira
Bola vai e volta
Vem brilhando no ar
E se o juiz apita errado
É que a coisa fica feia
Coitada da sua mãe
Mesmo sendo uma santa
Cai na boca do povão
Pode ter até bolacha
Pontapé, empurrão
Só depois de uma ducha fria
É que se aperta a mão
Ou não!
Vai começar...
Aos quarenta do segundo tempo
O jogo ainda é zero a zero
Todo time quer ser campeão
Tá lá um corpo estendido no chão
São os minutos finais
Vai ter desconto
Mas, numa jogada genial
Aproveitando o lateral
Um cruzamento que veio de trás
Foi quando alguém chegou
Meteu a bola na gaveta
E comemorou


Um a zero (Pixinguinha & Benedito Lacerda & Nelson Angelo) - Arranco de Varsovia(2005)
clique aqui!

Um a zero (Pixinguinha & Benedito Lacerda) - Clara Sverner & Paulo Moura(1988)
clique aqui!

Um a zero (Pixinguinha & Benedito Lacerda) - Helsinki Flute Quartet ao vivo

video

"Tanto"

Tanto

Meu amor não leva a mal
Chega de maltratar
Quem só quer bem
E não tem mais razão de suportar
Tanto
Sendo assim não leva a mal
Para de machucar
Quem sempre te amou
E já não tem razão de duvidar
Tanto
Sua pessoa para parava a tarde suspensa
Chamo o seu nome
E logo se acende a luz
Sendo assim melhorar parar
Cuida pra não cegar
E nem perceber
Que já não tem razão pra me deixar
Tonto
Sua presença chama chamava o dia mais cedo
Tudo acendia
Ficava sempre acesa a luz
Sem querer injuriar
Trata de se ligar
Você me ganhou
E quem ajoelhou tem de rezar


Tanto (Beto Guedes & Ronaldo Bastos) - Clara Becker(2006)
clique aqui!

Tanto (Beto Guedes & Ronaldo Bastos) - Milton Nascimento & Beto Guedes & Lo Borges(1978)
clique aqui!

"Sabia"

Sabiá

Sabiá, sabiá cantou na mata
E anunciou chiu, chiu
No melhor de minha vida
Meu amor fugiu
Procurei me aproximar
Do sabiá encantador
Sentindo o meu pisar
Fez tal qual o meu amor
Quem roubou o meu sossego
A Deus eu fiz entregar
Ainda hei de ver um dia
Alguém por mim se vingar
Papagaio, maitaca, piriquito, sabiá
Quando cantam faz saudade
Dos carinhos de Iaiá


Sabia (Sinho) - Marcos Sacramento & Clara Sandroni & Lira Carioca(1999)
clique aqui!

Sabia (Sinho) - Mario Reis(1928)
clique aqui!

"Rapaz folgado"

Rapaz folgado

Deixa de arrastar o teu tamanco
Pois tamanco nunca foi sandália
E tira do pescoço o lenço branco
Compra sapato e gravata
Joga fora esta navalha que te atrapalha
Com chapéu do lado deste rata
Da polícia quero que escapes
Fazendo um samba-canção
Já te dei papel e lápis
Arranja um amor e um violão
Malandro é palavra derrotista
Que só serve pra tirar
Todo o valor do sambista
Proponho ao povo civilizado
Não te chamar de malandro
E sim de rapaz folgado


Rapaz folgado (Noel Rosa) - Francisco Egydio(1956)
clique aqui!

Rapaz folgado (Noel Rosa) - Olivia Byington(1997)
clique aqui!

Rapaz folgado (Noel Rosa) - Roberta Sa ao vivo

video

"Quando a saudade apertar"

Quando a saudade apertar (Leonel Azevedo & Jayme Florence) - Orlando Silva(1961)
clique aqui!

Quando a saudade apertar (Leonel Azevedo & Jayme Florence) - Teca Calazans(2007)
clique aqui!

sábado, 22 de novembro de 2008

"Pao doce"

Pão doce

Não adianta mentir pra mim mesma
Ficar me enganando, tentando dizer
Que nunca na vida, nunca na vida eu gostei de pão doce
Porque por mais que eu queira esconder
A verdade é que eu adorava pão doce
Não podia passar sem pão doce
Bastava ver padaria, que logo eu ia, que logo eu ia
Comprar
Não adianta mentir pra mim mesma
Porque no fundo, porque no fundo eu sei muito bem
Que essa história toda de não comer açúcar
Que essa história toda de não comer pão branco
Que essa história toda de viver de mel e pão integral
Isso tudo só foi começar muito depois
Depois de um tempo em que eu era
Tão completamente ingênua
Tão sem força de vontade
Que as doces delicadezas
De qualquer guloseima
Lânguidas me seduziam
E minha língua sofria
De incontrolável fascínio
Por cremes dourados
E frutas cristalizadas
Feito rubis incrustadas
Nas crostas crocantes dos pães
Mas hoje
Hoje tudo é diferente
Se eu olho pruma padaria, me ponho cismando, chego a duvidar
Como é que pôde um dia
Eu ter entrado tanto lá!...
Porque por mais que eu queira, mas que eu queira
Mentir pra mim mesma
Ficar me enganando, tentando dizer
Que nunca na vida, nunca na vida eu gostei de pão doce
Fazendo um exame detido, sendo sincera, eu tenho que admitir
Que a verdade, meus amigos
(pelo menos no que tange a trigos)
A verdade no duro, doa a quem doer
A verdade é que eu adorava pão doce
A verdade é que eu adorava pão doce
A verdade é que eu adorava pão doce...


Pao doce (Carlos Sandroni) - Adriana Calcanhoto(1990)
clique aqui!

Pao doce (Carlos Sandroni) - Clara Sandroni(1987)
clique aqui!

Pao doce (Carlos Sandroni) - Clara Sandroni

video

"O bem e o mal"

O bem e o mal

Nunca é tarde pra quem sabe esperar
O que se espera há de se alcançar
Eu plantei o bem e vou colher o que mereço
A felicidade deve ter meu endereço
Eu não sei porque tu falas mal de mim
Se eu tenho defeitos, Deus me fez assim
Mas tenho certeza do que me convém
Entre o mal e o bem
Tu és a treva, eu sou a luz
Entre nós dois não pode haver a união
Eu tenho a fé que me conduz
Pra me livrar de quem deseja apunhalar meu coração


O bem e o mal (Nelson Cavaquinho & Guilherme de Brito) - Clara Nunes(1978)
clique aqui!

O bem e o mal (Nelson Cavaquinho & Guilherme de Brito) - Leny de Andrade(1995)
clique aqui!

"Na casa branca da serra"

Na casa branca da terra

Na casa branca da serra
Que eu fitava horas inteiras
Entre as esbeltas palmeiras
Ficaste calma e feliz
Ai teu peito me deste
Quando pisei tua terra
Ai de mim te esqueceste
Quando eu deixei meu país
Nunca te visse eu formosa
Nunca contigo falasse
Antes nunca te encontrasse
Na minha vida enganosa
Por que não se abriu a terra?
Por que os céus não me puniram?
Quando meus olhos te viram
Na casa branca da serra


Na casa branca da serra (Guimaraes Passos & Miguel Emidio Pestana) - Carlos Galhardo(1963)
clique aqui!

Na casa branca da serra (Guimaraes Passos & Miguel Emidio Pestana) - Silvio Caldas(1958)
clique aqui!

sexta-feira, 21 de novembro de 2008

"Mais que a lei da gravidade"

Mais que a lei da gravidade

O grão do desejo quando cresce
É arvoredo, floresce
Não tem serra que derrube
Não tem guerra que desmate
Ele pesa sobre a terra
Mais que a lei da gravidade
E quando faz um amigo
É tão leve como a pluma
Ele nunca põe em risco
A felicidade
Quando chegar dê abrigo
Beijos, abraços, açúcar
Só deseja ser comido
O desejo é uma fruta
E com ele não relute
Pois quem luta
Não conhece a força bruta
Nem todo mal que ele faz
Satisfeito é uma moça
Sorrindo, feliz e solta
Beije o desejo na boca
Que o desejo é bom demais


Mais que a lei da gravidade (Paulinho da Viola & Capinan) - Cida Moreira(1986)
clique aqui!

Mais que a lei da gravidade (Paulinho da Viola & Capinan) - Teresa Cristina(2002)
clique aqui!

"Lamento da lavadeira"

Lamento da lavadeira

Sabão um pedacinho assim
Olha agua um pinguinho assim
O tanque um tanquinho a assim e a roupa um tantão assim
Para lavar a roupa da minha sinhá
Para lavar a roupa da minha sinhá
Para lavar a roupa da minha sinhá
Para lavar a roupa da minha sinhá

Quintal um Quintalzinho assim
A corda uma cordinha assim
O sol um solzinho assim
E a roupa um tantão assim
Para secar a roupa da minha sinhá
Para secar a roupa da minha sinhá
Para secar a roupa da minha sinhá
Para secar a roupa da minha sinhá
A sala uma salinha assim
A mesa uma mezinha assim
O ferro um ferrinho assim e a roupa um tantão assim
Para passar a roupa da minha sinhá
Para passar a roupa da minha sinhá
Para passar a roupa da minha sinhá
Para passar a roupa da minha sinhá
Trabalho um tantão assim
Cansaço é bastante sim
A roupa um tantão assim
Dinheiro um tiquinho assim
Para lavar a roupa da minha sinhá
Para secar a roupa da minha sinhá
Para passar a roupa da minha sinhá
Para passar a roupa da minha sinhá


Lamento da lavadeira (Monsueto Menezes & Nilo Chagas & Joao Violao) - Virginia Rosa(2008)
clique aqui!

Lamento da lavadeira (Monsueto Menezes & Nilo Chaves & Joao Violao) - Pery Ribeiro(1961)
clique aqui!

"Jequibach"

Jequibach (Mario Albanese & Ciro Pereira) - Os 3 Morais(1971)
clique aqui!

Jequibach (Mario Albanese & Ciro Pereira) - Tom da Terra(1995)
clique aqui!

quinta-feira, 20 de novembro de 2008

"Imenso do amor"

Imenso do amor (Durval Ferreira & Humberto Reis) - Johnny Alf(1967)
clique aqui!

Imenso do amor (Durval Ferreira & Humberto Reis) - Marisa Gata Mansa(1971)
clique aqui!

"Historia"

Historia (Luiz Claudio & Fernando Cesar) - Dalva de Andrade(1960)
clique aqui!

Historia (Luiz Claudio & Fernando Cesar) - Luiz Claudio(1959)
clique aqui!

"Gas neon"

Gás neon

Viver essa longa avenida de gás neon
Portas de ouro e prata
Falsos sonhos nessas noites de verão
Faces coloridas, farsas de alegria
Beijo sem sabor
Gestos clandestinos tontos e sedentos de amor
Espinhos, rosas, risos, pranto e tanto desamor
Corte, cicatrizes, gritos engasgados
Lágrimas de dor
Máscaras no rosto, continua a festa
No sorriso o sal
A orquestra geme as dores do palhaço
Triste marginal
Ai de quem mergulhar nesse mar de veneno
Nessa lama enfeitada, nesse sangue das taças
Temendo sofrer
Ai de quem quer negar esse mar de veneno
Mil vezes maldito na inconsciência


Gas neon (Gonzaguinha) - Gonzaguinha(1975)
clique aqui!

Gas neon (Gonzaguinha) - Pery Ribeiro(1976)
clique aqui!

Gas neon (Gonzaguinha) - Maria Bethania ao vivo

video

quarta-feira, 19 de novembro de 2008

"Falsa consideracao"

Falsa consideração

Agora eu sei.... que o amor que você prometeu.....
não foi igual ao que você me deu..... era mentira o que você jurou....
mas não faz mal.... eu aprendi que não se deve crer....
em tudo aquilo que alguém nos diz....
num momento de prazer ou de amor....
mas tudo bem eu sei que um dia vai e outro vem....
você ainda há de encontrar alguém.... pra lhe fazer o que você me fez....
e ai....... na hora do sufoco sei você vai me procurar.....
com a mesma conversa que um dia me fez apaixonar.....
por alguém de uma falsa consideração..... e ai....... você vai perceber
que eu estou numa boa.... que durante algum tempo fiquei sem ninguém....
mas há males na vida que vem para o bem (E agora)
Laiá.....laiá......lalaiá lalaiá lalaiá lalaiá lalaiá laiá laiá....lalaiá
Lalaiá lalaiá lalaiá.......lalaiá lalaiá lalaiá lalaiá
e ai....... você vai perceber
que eu estou numa boa.... que durante algum tempo fiquei sem ninguém....
mas há males na vida que vem para o bem


Falsa consideracao (Marquinhos Sata & Eros & Liebert) - Alcione(1995)
clique aqui!

Falsa consideracao (Marquinhos Sata & Eros & Liebert) - Marquinhos Sata(1986)
clique aqui!

Falsa consideracao (Marquinhos Sata & Eros & Liebert) - Samba de Emporio ao vivo

video