segunda-feira, 22 de junho de 2009

"Redescobrir"

Redescobrir

Como se fora brincadeira de roda, memória
Jogo do trabalho na dança das mãos macias
O suor dos corpos na canção da vida, história
O suor da vida no calor de irmãos, magia
Como um animal que sabe da floresta memória
Redescobrir o sal que está na própria pele macia
Redescobrir o doce no lamber das línguas, macias
Redescobrir o gosto e o sabor da festa, magia
Vai o bicho homem fruto da semente, memória
Renascer da própria força, própria luz e fé, memória
Entender que tudo é nosso, sempre esteve em nós, história
Somos a semente, ato, mente e voz, magia
Não tenha medo, meu menino bobo, memória
Tudo principia na própria pessoa, beleza
Vai como a criança que não teme o tempo, mistério
Amor se fazer é tão prazer que é como se fosse dor, magia
Como se fora brincadeira de roda, memória
Jogo do trabalho na dança das mãos macias
O suor dos corpos na canção da vida, história
O suor da vida no calor de irmãos, magia


Redescobrir (Gonzaguinha) - Expresso 25(2004)
clique aqui!

Redescobrir (Gonzaguinha) - Maria Lucia(1998)

Redescobrir (Gonzaguinha) - Elis Regina ao vivo

video


A CANÇÃO CONTADA

Gonzaguinha (1945 - 1991) está no ar. Literalmente. Duas das três novelas exibidas atualmente pela Rede Globo - Ciranda de Pedra eDuas Caras - propagam músicas do compositor em suas aberturas. Coincidentemente, ambos os belos temas são de 1980. O samba E Vamos à Luta - ouvido em Duas Caras no registro do próprio autor - deu título ao LP lançado por Alcione em 1980, mesmo ano em que Elis Regina (1945 - 1982) registrou em estúdio seu show Saudade do Brasil, cujo roteiro incluía "Redescobrir", a música rebobinada diariamente na tal abertura de Ciranda de Pedra na voz imortal da Pimentinha.
A revalorização da obra de Gonzaguinha é mais do que justa. Primeiro, por conta do alto valor dessa obra. Segundo, porque o compositor sempre foi odiado por parcela expressiva de críticos por conta de suas opiniões firmes que, volta e meia, batiam de frente com o sistema. Gonzaguinha nunca bateu continência para a mídia e, por isso mesmo, é emblemático que essa mesma mídia esteja revalorizando sua obra. Gonzaguinha merece tal exposição.

Escrito em 17/05/08 por Mauro Ferreira, no blog Notas Musicais.

Nenhum comentário: