sábado, 28 de julho de 2007

"A banca do distinto"

A banca do distinto

NÃO FALA COM POBRE, NÃO DÁ MÃO A PRETO, NÃO CARREGA EMBRULHO
PRÁ QUE TANTA POSE DOUTOR?
PRÁ QUE ESSE ORGULHO?
A BRUXA QUE É CEGA, ESBARRA NA GENTE, A VIDA ESTANCA
O INFARTO TE PEGA DOUTOR, ACABA ESSA BANCA
A VAIDADE É ASSIM, PÕE O TONTO NO ALTO, RETIRA A ESCADA
FICA POR PERTO ESPERANDO SENTADA
MAIS CEDO OU MAIS TARDE ELE ACABA NO CHÃO
MAIS ALTO O COQUEIRO, MAIOR É O TOMBO DO TONTO
AFINAL, TODO MUNDO É IGUAL, QUANDO O TOMBO TERMINA
COM TERRA POR CIMA E NA HORIZONTAL
NÃO FALA COM POBRE, NÃO DÁ MÃO A PRETO, NÃO CARREGA EMBRULHO
PRÁ QUE TANTA POSE DOUTOR?
PRÁ QUE ESSE ORGULHO?
A BRUXA QUE É CEGA, ESBARRA NA GENTE, A VIDA ESTANCA
TROMBOSE TE PEGA DOUTOR, ACABA ESSA BANCA
A VAIDADE É ASSIM, PÕE O TONTO NO ALTO RETIRA A ESCADA
FICA POR PERTO ESPERANDO SENTADA
CEDO OU TARDE ELE ACABA NO CHÃO
MAIS ALTO O COQUEIRO MAIOR É O TOMBO DO COCO AFINAL
TODO MUNDO É IGUAL QUANDO O TOMBO TERMINA
COM TERRA POR CIMA E NA HORIZONTAL


A banca do distinto (Billy Blanco) - Elza Soares(1963)
clique aqui!

A banca do distinto (Billy Blanco) - Joanna & Teresa Cristina(2004)
clique aqui!

A banca do distinto (Billy Blanco) - Badi Assad

2 comentários:

Falcão disse...

Arranjos bem diferentes, fico com a véia Elza.

Marcus Falcão

Anônimo disse...

intiresno muito, obrigado